O casamento é uma instituição que vem mudando ao longo do tempo. A união entre homens e mulheres já representou a união de países, reinos, famílias e fortunas. Hoje representa muito mais o desejo entre duas pessoas de compartilharem sua vida. Além disso, a definição de casamento hoje é mais ampla do que foi no passado, considerando a união entre duas pessoas independente se tem ou não o mesmo gênero. Ademais, a união estável vigente no país, tem o mesmo valor legal de um casamento civil. 

 

As mudanças demográficas que ocorreram no país nessas últimas décadas revelam um país em que os casais têm uma média de idade maior e tem poucos ou não tem filhos. Além disso, o nível de escolaridade melhorou e a distribuição religiosa mudou. A proporção de evangélicos aumentou chegando a representar mais de 20% da população. A proporção de casais em que ambos estão inseridos no mercado de trabalho cresceu e o número de chefes de família mulheres também aumentou.  

 

Todas essas mudanças revelam uma estrutura familiar diferente que tem efeitos em decisões como consumo, investimento em capital humano, fecundidade, previdência, divórcio, eleições entre outros, o que eleva a importância de estudos para entender os efeitos dessas mudanças no padrão de casamento da sociedade.

 

 

 

Os projetos a seguir são exemplos de pesquisa que desenvolvemos:

 

 

 

 

  • Marriage in the time of HIV/Aids epidemic